Navigation – Plan du site

Representações do social em Clarisse Lispector

2017: há 40 anos, falecia Clarice Lispector.

Nesse mesmo ano de 1977 era publicada a edição original de A hora da

estrela, sua última obra, quando a perspectiva intimista da escritora

extrapola para uma fábula do social, um olhar emblemático para a miséria,

representado pela inesquecível personagem Macabéa.

Ciente da dificuldade em expressar, do seu lugar de intelectual, a realidade

de brasileiros menos favorecidos, Clarice expõe em várias passagens da

obra esse desconforto, e parece optar pela comicidade como saída,

produzindo uma caricatura da qual não escapa o narrador, na delicada

posição de representar tão distanciada alteridade feminina.

Desse modo, a revista Antares: Letras e Humanidades, do Programa de

Pós-Graduação em Letras e Cultura da Universidade de Caxias do Sul (RS),

convoca pesquisadores interessados em Clarice Lispector para refletir sobre

um viés menos estudado – diante de temas mais facilmente identificáveis,

como as questões existenciais e metafísicas –, que é a vertente social

de sua produção. Considerar-se-ão, também, as ressonâncias de "A hora

da estrela" na produção literária subsequente.

Prazo para submissão: 15 de agosto de 2017

Organizadores: Profa. Dra. Alessandra Paula Rech (PPGLet/UCS) e Prof. Dr.

Manoel Freire Rodrigues (PPGLet/UERN)

  • Logo DOAJ - Directory of Open Access Journals
  • Logo ERIMIT - Equipe de recherche interlangues : mémoire, identités, territoires
  • Les cahiers de Revues.org